Estreias do cinema brasileiro – 10 de maio

Nessa semana os destaques são os documentários! Três novas produções documentais estreiam nas salas de cinema, além do drama “Para Ter Onde Ir”.

 

4019105-png-cx_160_213_x-b_1_d6d6d6-f_jpg-q_x-xxyxxPARA TER ONDE IR
Direção: Jorane Castro
Gênero: Drama
Sinopse: No Pará, a história de três amigas inseparáveis e completamente diferentes: Eva Maués, uma mulher formal e madura cheia de incertezas; Melina Ribeiro, uma mulher livre que busca o grande amor; e Keithylennye, que por infortúnios da vida teve que abandonar sua adorada função de dançarina de tecnobrega.

 

 

1082535-jpg-cx_160_213_x-b_1_d6d6d6-f_jpg-q_x-xxyxxTODOS OS PAULOS DO MUNDO
Direção: Gustavo Ribeiro, Rodrigo de Oliveira
Gêneros: Documentário, Biografia
Sinopse: A carreira de Paulo José como ator é revista a partir de seus filmes, dos icônicos “Todas as Mulheres do Mundo” a “Macunaíma”, passando ainda por “O Padre e a Moça”, “Juventude” e “O Palhaço”. Ícone do cinema brasileiro, a trajetória de Paulo José serve também como retrato de uma era no audiovisual do país.

 

 

4148323-jpg-cx_160_213_x-b_1_d6d6d6-f_jpg-q_x-xxyxxO RENASCIMENTO DO PARTO 2
Direção: Eduardo Chauvet
Gênero: Documentário
Sinopse: O Brasil é o país com o maior número de cesáreas no mundo. O documentário busca elucidar os mitos e torno do parto normal e divulgar os cuidados para a realização dele.

 

 

 

5272751-png-cx_160_213_x-b_1_d6d6d6-f_jpg-q_x-xxyxxCHEGA DE FIU FIU
Direção: Amanda Kamanchek, Fernanda Frazão
Gênero: Documentário
Sinopse: Através de imagens coletadas por câmeras escondidas, o dia a dia de três mulheres com vidas distintas é retratado, mostrando como a violência de gênero é constantemente praticada no espaço público urbano. Dessa forma, as diretoras Amanda Kamanchek Lemos e Fernanda Frazão procuraram especialistas para discutir sobre o assunto, buscando encontrar respostas e alternativas para a uma questão fundamental: Será que as cidades foram feitas para as mulheres?

Fonte: AdoroCinema

logo-prime