MV Bill estreia temporada 2020 do programa Hip Hop Brazil

Novos episódios do Hip Hop Brazil vão ao ar a partir de 2 de maio, às 22h, no canal Music Box Brazil

 

Maio de 2020 – Dar visibilidade à produção do rap nacional para contribuir com a retomada da principal fonte de renda deste gênero: aglomerações, os shows. É o que busca MV Bill ao longo deste ano com a apresentação do Hip Hop Brazil, único programa dedicado ao estilo na TV brasileira. A nova temporada, que estreia em 2 de maio, às 22h, no canal por assinatura Music Box Brazil, é estruturada em histórias motivadoras de artistas emergentes e consagrados. A trajetória da advogada Edd Wheeler, integrante do primeiro grupo feminino da cena carioca, As Damas do Rap, é um dos destaques.

Dirigida por Márcio Mazzeron, a atração conecta faixa de videoclipes e musicais com entrevistas e resenhas propositivas, que também se estendem às diferentes vertentes do rap, um gênero inovador na definição de MV Bill. “Pois embora não tenha divulgação recorrente na grande mídia, tem público fiel e movimenta fatia da música brasileira”, justifica. As interações são gravadas a partir da itinerância por locais públicos e pontos turísticos da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, a fim de projetar na tela estética urbana e solar.  

A temporada repercutirá factuais do país extraídos da obra dos entrevistados, que podem ser ou não politizados. A resistência feminina para excursionar pelo ritmo é tema do bate-papo com Wheeler. A intérprete participou da primeira coletânea carioca de rap, Tiro Inicial, ao lado de Gabriel O Pensador e MV Bill. “Foi em 1993, para quem acha que o rap começou em 2000”, esclarece o apresentador. Edd vive da advocacia, mas segue na ativa. “Muita gente continua no rap por amor, pois nem todo mundo consegue viver exclusivamente da música”, explica o apresentador.

Para ele, a instabilidade tende a se agravar, o que faz com que a linha editorial do programa apoie a demanda em longo prazo da cadeia e não somente o entretenimento pontual. “São poucos que vão sobreviver artisticamente à pandemia do Coronavírus, já que dependemos de aglomerações e não sabemos como as pessoas vão se comportar daqui pra frente. Quem conseguir migrar para a internet, acho que manterá sua arte viva. Por mais que tenham outras formas, a TV continua sendo importante forma de divulgação desses artistas, fazendo a convergência com outras mídias”, avalia.

O movimento de rappers em busca de carreira solo culminando com o fim de grupos famosos é outro tema recorrente de reflexão da temporada, que também receberá entrevistas de Chris MC e os DJS Fábio Broa e Saci. As gravações inéditas estão suspensas até a retomada do convívio social, para segurança dos envolvidos. Desde 2015, o Hip Hop Brazil já levou ao ar mais de 100 edições. Os principais nomes que já passaram pelo programa são Mano Brown, Maomé (Cone Crew Diretoria), Delacruz, NaBrisa, Choice, Cartel MCs, Tony Mariano e Anonimato Rep.

 

Carreira

MV Bill disponibilizou registro em vídeo do medley Soldado do Morro/Soldado Morto em seu canal no YouTube. A faixa foi extraída do show Além do Rap, com músicas rearrajandas pela banda AfroJazz, exibido como especial no Music Box Brazil. Onze faixas da apresentação também estão disponíveis em formato de disco digital nas plataformas de streaming.

Desde o ano passado, MV Bill se concentra no lançamento mensal de singles inéditos com videoclipes na internet. Da solidão de seu apartamento próximo à Cidade de Deus, comunidade onde nasceu no Rio de Janeiro, estreou esse mês Isolamento e Quarentena. As faixas alertam sobre a chegada do Covid-19 às periferias, propondo reforço às normas de combate.

 

SERVIÇO

Temporada 2020 do programa Hip Hop Brazil

Estreia: 2 de maio, às 22h

Canal de TV por assinatura: Music Box Brazil

Direção geral: Márcio Mazzeron

Duração episódios: 30 min

Novos episódios: sábados, às 22h

Reprises: domingos, às 10h; terças-feiras, às 22h30; e quartas-feiras, às 10h30

Classificação etária: 14 anos