SPFW N47: highlights dia 2

O segundo dia da N47 do São Paulo Fashion Week foi mega intenso! Teve de tudo: peças multicoloridas, couro, crochê e MUITA sustentabilidade. Olha só!

 

LENNY NIEMEYER

Lenny Niemeyer faz uma viagem rumo à uma terra desconhecida para apresentar o seu Verão 2020. Para a nova coleção, a estilista se inspirou em um mapa original da América do Sul de 1700 que pertencia à sua família para desenvolver as suas emblemáticas criações.

No mood da temporada, modelagens orgânicas se contrapõem com as formas geométricas. Peças com fibras naturais, transparências em seda e sobreposições de estampas criam um efeito tridimensional. Itens com bordados e aplicações dão destaque para as produções. Na cartela de cor, os imponentes azul real, laranja e verde neon comandam os looks. O off white faz o contraponto da paleta.

 

PATRÍCIA VIERA

“Cada pessoa é um mundo”. Essa frase de Clarice Lispector foi um dos pontos de partida da coleção da estilista carioca Patricia Viera, que mostrou com maestria que é possível fazer uma coleção sustentável com 0% de desperdício. Sobras de couro foram reaproveitadas para compor as estampas. A estilista montou mosaicos em parceria com os artistas cariocas Nathalia Reyes e John de Souza.

 

FABIANA MILAZZO

O artista plástico brasileiro Vik Muniz foi a grande inspiração de Fabiana Milazzo para sua coleção na N47 do SPFW. A estilista trouxe uma coleção produzida com matéria-prima reciclada, inspirada nas obras como Lixo Extraordinário. Mais uma vez a moda sustentável ganhando voz na passarela da semana de moda.

 

LILLY SARTI

Grávida de sete meses, a estilista Lilly Sarti mostrou suas apostas para o Verão 2020 na passarela do SPFW. Os destaques da coleção foram os tecidos leves e naturais que deram o tom de uma coleção. O crochê e macramê também estiveram presentes em tons crus, terrosos e alaranjados.

 

BOBSTORE

O tropicalismo brasileiro, o colorido dos anos 80 e a construção de peças esportivas. Esses foram os principais pilares para a criação da Primavera/Verão 2020 da Bobstore.

O esportivo, em especial a estrutura de roupas de ski, foi a inspiração para detalhes, recortes e volumes nas roupas, muitos deles criados através de técnicas de moulage. Na composição da paleta de cores, a presença de tonalidades vivas e inusitadas são resultado de um minucioso estudo em roupas vintage de esportes de inverno. Tons cítricos, como o verde limão e o laranja, além de nuances de bege, verde, amarelo e azul permeiam a coleção.

 

Fonte: SPFW | Folha de São Paulo | Terra | O Estado de S.Paulo