SPFW N47: highlights dia 3

Muita celebridade, crítica social e o Brasil vintage: um pequeno resumo do que foi o terceiro dia de desfiles do São Paulo Fashion Week!

GLÓRIA COELHO

Inspirada pela série Game of Thrones, surf, deserto do Marrocos, Matriz, street e hippie, a estilista Glória Coelho apresentou sua coleção na N47 do SPFW. O destaque, como sempre, foi a alfaiataria com aplicação de retângulos, tiras arquitetônicas e estampa surf.

 

PATBO

O Brasil vintage foi a principal inspiração de Patricia Bonaldi, da PatBo. Entre plantas, tucanos e flores, a estilista apresentou sua coleção, chamada Origens, na Casa Don’Anna, mansão erguida há 105 anos que funciona como um espaço de co-working. O local é tombado como patrimônio histórico do estado e município de São Paulo. Destaque para as cores que vão do rosa e azul até chegar no neon alaranjado e nas hot pants, tops e nas bolsas de palha, tipo baú, trazendo um ar rústico aos looks.

 

ANOTHER PLACE

A estreante Another Place trouxe a passarela do SPFW uma coleção esportiva em parceria com a Levi’s. ‘All I See Is You’, questiona sobre como se relacionar no mundo de hoje, rodeado por aplicativos, redes sociais e tantas formas de se conectar com as pessoas e com o mundo. Camisas e segundas peles, calças amplas, macacões  e conjuntos de blazer e shortinhos curtos foram o destaque.

 

BEIRA

Lívia Campos, estilista da grife Beira, trouxe para o SPFW  uma coleção inspirada pela ausência de luz e som transmitida pelo preto. Nos pés, destaque para o uso de tênis!

 

JOÃO PIMENTA

João Pimenta trouxe um dos desfiles mais impactantes até agora no SPFW.  O estilista fez uma critica ao Brasil do passado e presente com uma coleção com traços de militarismo. A make assinada por Helder Rodrigues é algo que merece destaque: moscas coladas ao rosto, fita vermelha na boca e sacos na cabeça dos modelo. Uma imagem forte e incômoda.

 

AMIR SLAMA

Celebrando 30 anos de carreira o estilista Amir Slama quebrou tabus e pôs um time mega diversificado na passarela: celebridades como Jojo Todynho, John Drops, Gominho, Suzana Pires, Samantha Schmütz e Carlinhos Maia, dividiram a passarela com tops experientes como Carol Ribeiro e Renata Kuerten. Além disso, a diversidade mais uma vez ganhou voz com a modelo trans Carol Marra.

O desfile foi dividido em duas partes, a primeira trouxe a linha criada em parceira com a atriz Suzana, do Instituto Dona de Si. Na segunda etapa o Brasil do período colonial foi a principal inspiração, com referências à cultura tupi-guarani. Nas estampas, penas coloridas e de rosto de índio, para homens e mulheres.

MODEM

A Modem trouxe muita cor e energia nesta edição do SPFW! Inspirada no trabalho de Eli Sudbrack, a marca renovou seu repertório minimal com uma paleta de arco-íris e experiências com formas e efeitos de movimento.

 

LINO VILLAVENTURA

O desfile See Now Buy Now, do estilista Lino Villaventura, surpreendeu com máxis casacos, veludo e franjas tecnológicas nas mangas, com inspiração futurista. As rendas e bordados, características marcantes das peças de Lino, surgiram em vestidos volumosos e nos sapatos reciclados de coleções anteriores em parceria com a Matri.

 

FONTE: SPFW | AGÊNCIA FOTOSITE | METROPOLES | VOGUE | TERRA